Sourcing e Procurement são parte do mesmo processo, embora não sejam a mesma coisa. Eles trabalham em conjunto para manter as operações da cadeia de suprimentos funcionais e competitivas. 

Basicamente, sourcing é o ato de colocar, confirmar e pagar pedidos, seguindo tudo para garantir a entrega, enquanto procurement está relacionada a encontrar e vetar materiais e fornecedores. 

Vamos olhar mais profundamente para cada um deles para estabelecer as diferenças e como eles se complementam, sem esquecer que ambos são necessários para uma cadeia de fornecimento saudável. 

Especificidades de Procurement  

Primeiro, você precisa considerar que a procurement é todo o processo, de ponta a ponta, incluindo o fornecimento de materiais, serviços e custos. Assim, contempla desde fazer pedidos aos fornecedores até pagá-los. 

Também trata de pontos como movimentação de estoque, controle de rotatividade e armazenamento. Normalmente, o processo de procurement é aquele que inicia as operações gerais da cadeia de abastecimento, pois garante que o material necessário esteja no lugar. 

Portanto, é estritamente necessário ter uma sólida estratégia de aquisição para que as operações possam prosseguir.  

Específicos de Sourcing 

O fornecimento, como estabelecido, é o procedimento que vem antes das compras serem feitas. Portanto, é o processo de procura de materiais e fornecedores antes que você possa considerar com quais deles você trabalhará. 

Depende do processo de fornecimento para encontrar fornecedores de confiança. O sourcing é normalmente um processo contínuo porque quando o departamento de compras identifica novas necessidades, ele precisa ser obtido.  

A um nível superior, o desafio da fase de fornecimento é equilibrar materiais de qualidade com custos. Idealmente, ela encontra os melhores materiais com os menores custos, maximizando a rentabilidade da operação. 

Em uma visão realista, nem sempre é possível combinar itens de melhor qualidade com preços baixos, portanto, a função de sourcing é combinar os fundos da operação com as opções disponíveis. 

Em outras palavras, a compra de materiais muito baratos resulta em uma produção de menor qualidade. 

Finalmente, o sourcing diz respeito a solicitar cotações de produtos, obter informações do fornecedor, e informar a equipe de compras. Para isso, é importante ter em mãos a avaliação e as necessidades de compra e um plano para conduzir pesquisas e identificar fornecedores. 

Processos de fornecimento e aquisição 

O fornecimento e a aquisição geralmente vão juntos, para encontrar os materiais necessários para operar o negócio. Mas eles nem sempre precisam acontecer juntos, pois você pode tratar de pedidos de forma indireta, sem uma equipe de sourcing. 

Basicamente, o processo de aquisição prossegue como o seguinte: 

  • Reconhecer as necessidades da empresa. 
  • Fazer requisições de compra. 
  • Reveja sua requisição de compra. 
  • Negociar contratos. 
  • Solicitar Cotação. 
  • Obter aprovação de orçamento. 
  • Receber mercadorias. 
  • Combinar Fatura de Compra e Recebimento. 
  • Pagamento de faturas. 
  • Fazer Registros de Transações. 

Como você pode ver, o processo de aquisição tem muitas etapas e envolve toda a operação. O processo de fornecimento é muito menor e tem menos etapas: 

  • Identificar as necessidades de consumo. 
  • Avaliar as ofertas do mercado. 
  • Desenvolver especificações de materiais. 
  • Solicitação de informações. 
  • Negociar. 

Tipos de fontes 

Agora que estabelecemos as diferenças-chave entre sourcing e aquisição, é necessário passar pelos tipos de sourcing que você pode fazer para sustentar seu processo de aquisição. 

O sourcing estratégico é responsável pelo longo prazo, concentrando-se na economia de dinheiro e na definição de um plano de compras. Isso significa que o sourcing estratégico precisa manter as informações de todo o processo.  

Por outro lado, o sourcing tático se concentra em escolhas de curto prazo e reativas. Sem levar em consideração as relações e os riscos do fornecedor. A terceirização tática busca o menor custo possível. 

Em suma 

O fornecimento e a aquisição trabalham juntos para garantir o estoque e a qualidade da produção. Ao fazer isso, um processo otimizado também leva à redução de custos e ao aumento da lucratividade. 

Embora seja bom ter um processo de sourcing, nem sempre é necessário. No final, o sourcing seria o primeiro passo em um planejamento de compras, abrangendo fornecedores e resultando em informações confiáveis para as compras. 

    [email protected]

    Belo Horizonte

    Rua Carlos Alves, 88 -101 – São José

    São Paulo

    Cubo Itaú – Alameda Vicente Pinzon, 54 – Vila Olímpia

    pt_BRPortuguese