Inteligência Artificial (IA) em compras está transformando a profissão. Está automatizando tarefas e melhorando a eficiência e permitindo que as organizações confiem em seus dados nos momentos de tomada de decisão. 

Em um sentido amplo, a IA gerencia dados provenientes de fontes diferentes e extrai informações valiosas dos mesmos. Esses dados podem ser de catálogos on-line, software de gerenciamento de fornecedores (SRM), contratos, software de gerenciamento (ERP) e outros. 

Fazendo essa análise de dados, a IA pode ajudar na aquisição em todas as etapas do processo, desde a identificação de fornecedores até a implementação do contrato.  

Usos da Inteligência Artificial em Compras 

Conforme estabelecido, a IA pode ter um impacto direto nos negócios ao melhorar o processo de tomada de decisão, dando insights a partir da análise de dados. Isso ajudará a identificar novas possibilidades e a aumentar o lucro. 

Além disso, melhorará as operações em toda a empresa. automatizando as tarefas manuais podem liberar o tempo dos funcionários para se concentrarem em pontos mais estratégicos. 

A captura de dados também resultará em um melhor relacionamento com os fornecedores e em rotas de entrega e gerenciamento de estoque otimizados. Mas como aplicar a IA?

Por exemplo, você pode fazer: 

  • Classificação de despesas: classificar as despesas em categorias e subcategorias. 
  • Correspondência de fornecedores: conectar dados de fornecedores e pedidos de compra a fornecedores. 
  • Detecção de anomalias: detectar mudanças inesperadas e problemas no processo de aquisição. 

Compras Cognitivas 

A aquisição cognitiva está basicamente usando técnicas de IA para copiar a inteligência e o comportamento humano. Você pode usá-las para automatizar a mineração de dados, o reconhecimento de padrões e o autoaperfeiçoamento. 

A base da aquisição cognitiva é a computação cognitiva, que representa qualquer software que procure copiar a inteligência humana e a tomada de decisões. É um modelo do cérebro humano e uma resposta às tarefas. 

Em seguida, a computação cognitiva analisa através de grandes quantidades de dados estruturados e não estruturados. A idéia é que o algoritmo possa reconhecer padrões e extrair informações da mesma forma que um humano faria. 

Este processo também permite um sourcing cognitivo, por exemplo, usando chatbots e algoritmos para auxiliar o sourcing process.  

Implementar Inteligência Artificial em Compras 

Ajustar o processo de aquisição para usar a Inteligência Artificial não é fácil. Você precisa ter uma estratégia e proceder passo a passo ao implementar os algoritmos e definir a funcionalidade. 

Os profissionais de aprendizagem de máquinas reuniram uma lista de regras ao implementar a IA em operações, nós as analisaremos. 

Selecione uma pequena função 

Comece analisando seu processo de aquisição e identificando tarefas que podem ser automatizadas e otimizadas. Uma boa maneira de fazer isso é procurar funções simples que estejam gastando muito tempo dos funcionários. 

A Inteligência Artificial será um bom ajuste para o processo que já existe, portanto, a adaptação do processo à tecnologia resultará em valor para a operação e um processo melhor. 

Capturar muitos dados 

Quanto maior a quantidade de dados que você tiver que analisar, mais confiável será seu processo. Mas não apenas assegurar a quantidade de dados, é importante ter dados atualizados e de boa qualidade. 

Portanto, antes de iniciar a implementação da inteligência artificial, capture o máximo de dados que puder. Assim, será fácil treinar o modelo e chegar ao resultado esperado o mais rápido possível. 

Os algoritmos de IA podem interpretar dados históricos e dar novos insights.

Definir tarefas diretas para Inteligência Artificial em Compras

Comece dando suas tarefas-modelo que não são muito complexas. Quanto mais claras forem as informações e instruções que você der ao seu modelo, melhores resultados você obterá. 

Confiar sempre na contribuição humana 

Embora a inteligência artificial possa tornar seu processo mais eficiente e preciso. Sempre considerado o input humano no processo e nas operações. Isso pode ser a partir das informações extraídas pelos dados ou até mesmo de pontos mais intuitivos. 

Em suma 

Inteligência Artificial em aquisições é um software que pode resolver tarefas, tornando-a automatizada e liberando tempo dos funcionários para focar em pontos mais estratégicos.  

Altera o processo e resolve problemas que a equipa não percebeu. Mas o processo para o implementar deve ser pensado e cuidadosamente executado. 

    [email protected]

    Belo Horizonte

    Rua Carlos Alves, 88 -101 – São José

    São Paulo

    Cubo Itaú – Alameda Vicente Pinzon, 54 – Vila Olímpia

    pt_BRPortuguese